sexta-feira, 19 de setembro de 2008

"Se eles me matarem, estarei com o Senhor!"



O mais novo livro do irmão André e Al Janssen, Cristãos Secretos, conta o que acontece quando muçulmanos se convertem a Cristo.
Nesse emocionante livro, Irmão André narra seus encontros com os cristãos secretos e como devemos agir diante dessa realidade. Mas, além disso, nos desafia a nos envolvermos com esses irmãos!

Páginas: 288
Formato: 16x23cm
Editora Vida


"...A pior coisa que pode acontecer é você ser morto servindo a Deus em seu país?
-Na verdade seria pior se eles matassem minha esposa ou as crianças.
-Se isso acontecer, e daí?
-E daí? O que você quer dizer?
-Se você, sua esposa ou seus filhos forem mortos, o que acontece então?
-O trabalho morre.
-Morre? Não existem outros que Deus pode levantar e usar? E quanto a você e sua família? Por que você tem servido a Deus tão fielmente? Se eles de fato o matarem, o que você perdeu?

A luz se acendeu.

-Se eles me matarem, eu estarei com o Senhor!

Pela primeira vez durante dias, Butros sorriu.

-Nadira e eu conversamos a respeito de como desejamos algum dia ouvir as palavras do nosso Senhor: 'Muito bem, servos bons e fiéis'.

Irmão André recostou-se em sua cadeira. Não era preciso falar mais nada. A mente de Butros estava focada na direção certa. Havia um longo caminho a percorrer, mas a cura tinha começado."

(Trecho extraído do livro Cristãos Secretos)

Butros encontrava-se na pior situação de sua vida quando teve esse diálogo com o Irmão André. Tinha fugido de seu país por causa das ameaças de morte, teve seu ministério destruído, um dos seus líderes e amigo estava escondido e dois haviam sido brutalmente assassinados.
Esse homem, nosso irmão, não estava feliz nem em paz. Era um homem cheio de dúvidas, com o coração pesado, lágrimas nos olhos e muita angústia sobre seu futuro. Mesmo assim, após refletir, conseguiu dizer e entender Filipenses 2: "humilhou-se a si mesmo e foi obediente até a morte".
Milhares de cristãos perseguidos nos países muçulmanos vivem nessa mesma situação, muitos perseveram, outros desistem. Mas todos eles nos dizem: "Nós temos um ministério aqui na linha de frente da batalha, mas precisamos que vocês venham atrás - orando e nos apoiando!"
As dificuldades para os cristãos ex-muçulmanos começam no momento em que decidem seguir a Cristo. Apesar do grande amor por Deus, eles precisam esconder sua fé para se fortalecerem e assim enfrentarem as perseguições.
A pior coisa que pode acontecer para uma família muçulmana é que alguém troque sua fé por outra. Os convertidos, em geral, são expulsos de casa ou obrigados a fugir para não serem mortos. Da noite para o dia, esses irmãos ficam sem sustento, sem ter onde morar ou o que comer!
Podemos imaginar que os cristãos locais podem então apoiá-los, mas grande parte da igreja não está preparada para isso. A igreja tem medo, pois muitos muçulmanos se passam por cristãos para descobrirem quem freqüenta as reuniões. Muitos líderes também não os acolhem porque sabem que eles representam problema. Provavelmente parentes virão atrás e isso trará perseguição para os outros cristãos.
As mulheres cristãs sofrem imensamente. Há muitos casos de parentes que as seqüestram e as casam à força com muçulmanos. A maioria vive como escrava, trabalhando sem parar e sofrendo abusos sexuais. Se uma muçulmana casada se converte, é expulsa de casa e separada dos filhos.
A possibilidade de serem mortos por causa da fé faz parte do cotidiano de cada um desses irmãos. Eles sabem que os parentes podem matá-los e que nada acontecerá, pois a lei permite isso.
Nossos irmãos encontram-se muitas vezes sós, apenas com a certeza da fé em Cristo e a decisão de segui-Lo e obedecê-Lo até a morte!

"...Olhe, sei que você quer me ajudar e faz sentido eu ir a um lugar que seja seguro. E estou certo que Deus pode me usar no Canadá, na Europa ou em qualquer lugar.
...Só que sou árabe. Eu falo árabe. Eu sou um muçulmano que ama Jesus - Virou-se e encarou ou dois amigos. - Esse é meu povo. Eu quero alcançar os muçulmanos para Jesus. Eu preciso ficar no Oriente Médio!"


(Trecho extraído do livro Cristãos Secretos)

Ahmed acaba de receber a proposta de ir para o Canadá e começar uma vida nova lá com sua esposa, quando teve essa conversa com Butros e o Irmão André.
Ele havia fugido do seu país, onde era procurado por causa da sua fé e provavelmente seria assassinado se voltasse.
A história desses irmãos precisa ser conhecida pela Igreja Livre, e queremos começar com você!
O mais novo livro de Irmão André e Al Janssen, Cristãos Secretos, conta o que acontece quando muçulmanos se convertem a Cristo. Você vai conhecer ex-muçulmanos como Ahmed, Layla, que foi seqüestrada, Hassam e Mustafá, que foram fiéis até o fim, e muitos outros.
Nesse emocionante livro, Irmão André conta seus encontros com os cristãos secretos e como devemos agir diante dessa realidade. Mas, além disso, nos desafia a nos envolvermos como esses irmãos!
Essas histórias o colocarão cara a cara com nossos irmãos e farão com que você tome a única atitude possível: ficar ao lado deles!!

Por Douglas Mônaco
Secretário Geral da
Missão Portas Abertas

Esta postagem foi extraída da correspondência enviada pela Missão Portas Abertas aos seus colaboradores.
Para ser um colaborador da Portas Abertas, acesse o site:

Para saber mais sobre o Irmão André e sobre a história da Portas Abertas, leia o livro O Contrabandista de Deus, publicado pela Editora Betânia.

Para saber mais sobre os cristãos perseguidos e como ajudá-los, acesse o site da Missão Portas Abertas e conheça-os!

2 comentários:

Nilton Dutra disse...

A paz do Senhor Jesus,
prezados irmãos:

Ao ler os fragmentos de relatos de cristãos que colocam sua vida em risco por amor à causa de CRISTO, rememoro a passagem de Hebreus 11, denominada "A Galeria dos Heróis da Fé", e não posso deixar de me emocionar em saber que há pessoas com tal coragem.
Há quem diga que sofra por amor a CRISTO. Infelizmente, sou obrigado a discordar, pois aqui no Brasil não temos perseguição dessa ordem. Sofremos sim, algumas discriminações, críticas, zombarias, mas não do tipo descrito por aqueles irmãos sofredores de países cujos regimes políticos não permitem a livre expressão de culto.
Que tais exemplos sirvam-nos de incentivo a levar uma vida mais reta, mais santa, e com mais comprometimento com a causa de CRISTO. "Todos estes morreram na fé, sem terem recebido as promessas, mas vendo-as de longe...Porque,...claramente mostram que buscam uma pátria. E se, na verdade, lembrassem daquela donde haviam saído, teriam oportunidade de tornar. Mas agora desejam uma melhor, isto é, a celestial." (Heb. 11:13-16). ALELUIA!!!

Em CRISTO,
Nilton Dutra

EBD Itaquerão disse...

A Paz do Senhor, irmão Nilton!

Que possamos aprender com o exemplo desses irmãos a sermos crentes mais sinceros!

Deus abençoe!